Eu Amo o Fracasso!


Se apenas um de vocês mudar um pouco o seu conceito sobre fracasso ao ler este texto… se apenas um de vocês lembrar destas minhas palavras na próxima vez que sentirem medo de tentar após alguma coisa não sair como o esperado, já terá valido a pena.

Muitos de vocês vão me achar maluco por dizer isso… mas… EU AMO O FRACASSO!!!

 

 

Notem que eu não disse “eu amo ser fracassado” – mesmo porque não me considero um. Ser fracassado é bem diferente se fracassar. Me permita explicar meu ponto de vista.

Quando olhamos as histórias das pessoas mais bem sucedidas da humanidade, existe um traço comum nelas: fracassos retumbantes. Ué, mas como?!

Deixe me te contar a história de um ilustre cidadão… Aos 23 anos tentou um cargo político e não conseguiu; aos 32 abriu um negócio na advocacia com seus amigos mas faliu; nesta mesmo época teve um colapso nervoso e ficou um bom tempo internado em um hospital.

Aos 45 anos disputou uma cadeira no senado e perdeu; aos 47 concorreu a uma nomeação pelo seu partido para uma eleição e foi vetado… Um fracassado, né?!

Mas… aos 51 anos foi eleito presidente dos Estados Unidos da América, e é lembrado até hoje como o – ou um dos – maiores deles. Falo de Abraham Lincoln.

 

 

Assim como ele, temos diversos outros exemplos. Thomas Edison, por exemplo, fracassou mais de mil vezes antes de inventar a lâmpada. Steve Jobs que foi demitido da empresa que ele mesmo criou – quer coisa pior que ser demitido da empresa criado por você? Pois é, ele foi.

Cafú – eu até me sinto mal por colocar o Cafú no meio de gente bem mais brilhantes, porém mesmo assim é um bom exemplo – foi recusado em 14 peneiras antes de conseguir uma vaga pra jogar futebol.

 

 

Quando éramos crianças aprendemos a andar encima de tentativas e erros. Não existe criança que conseguiu andar na primeira tentativa. Ela fracassou e fracassou e fracassou… mas acabou aprendendo.

É a mesmo coisa quando você aprendeu a andar de bicicleta. Quem nunca tomou um tombou aprendendo equilibra-se sobre as duas rodas? No final, você acabou aprendendo.

O fracasso foi importante nestes dois processos, ele te ensinou a não tomar determinadas condutas.

Na minha profissão os fracassados foram vitais para a evolução. Fez-se muito coisa errada nos tempos anteriores, por falta de conhecimento técnico, foco e atenção aos detalhes. Talvez ainda se esteja fazendo merda, os métodos evoluem.

Acreditem, a cada erro cometido os métodos foram questionados e isso acabou contribuindo para o conhecimento atual.

Onde quero chegar com tudo isso?

A uma mudança de mentalidade positiva sobre fracassar. Se enxergarmos o fracasso como algo natural e até certo ponto desejável, em nosso processo de aprendizado, seríamos mais livres – em especial de nosso ego, que tanto deseja ser protegido e tanto nos acaba impedindo de agir.

Quando queremos tanto acertar rápido, fazer as coisas certas logo, um fracasso no início acaba por nos derrubar o ego. Aí entra-se num ciclo de pensamento negativos que acabam fatalmente no conformismo e desistência.

O próprio Lincoln dizia que “o campo da derrota não está povoado de fracassos, mas de homens que tombaram antes de vencer”.

Voltando s Steve Jobs, um estudo fez uma análise sobre a curva de sucesso dos produtos da Apple e fez uma descoberta fascinante: para cada mega sucesso da empresa, houve um tremendo fracasso.

 

 

A tal curva ficava bem parecida com uma montanha russa subindo e descendo. Contudo, para cada descida a subida seguinte era diretamente proporcional, ou seja, quanto maior o fracasso maior o sucesso posterior a ele.

Isso, claro, porque a Apple SABE extrair as lições de cada falha.

Aconteceu a mesma coisa com a Toyota, quando esta começou a entrar no mercado americano. Valendo-se de um sucesso japonês, a Toyota lançou um modelo consagrado no Japão no mercado dos Estados Unidos. E (adivinhe você) fracassou totalmente.

Analisando seus erros perceberam que o modelo era perfeito para o Japão, onde a população tem demandas consumistas diferentes e estatura menor.

Adaptaram novos modelos ao mercado americano e tempos depois disputava – e até superava! – o mercado com as gigantes americanas, como Ford e GM. Os japoneses definitivamente souberam tirar as lições de suas falhas.

 

 

Ok, ok, ok… Isso tudo é muito bonito! Mas como aplicar isso na sua Vida?

Ora, é só botar a cabeça pra funcionar:

#1 – Apreciando o fracasso você tira dois terços da pressão que você mesmo coloca em si, o que te deixará mais leve e com uma mente solta para buscar novas oportunidades e opções diante de qualquer problema. Definitivamente aumentando suas chances de sucesso. É vencer ou vencer: ou encontra a solução ou aprende algo valioso.

#2 – Se tivermos em mente que cada fracasso significa um insucesso a menos no caminho para o sucesso inevitável… Olha… Não sei quanto a você, mas eu iria querer fracassar o máximo possível no mínimo de tempo possível.

#3 – Não deixaremos que nosso frágil ego nos impeça de evoluir, de aprender. Pensem nisso.

#4 – Enxergar a realidade das coisas. Imagine a seguinte situação, por exemplo: você decide empreender um negócio que sempre sonhou e seus “amigos” o criticam pelos “erros evitáveis” que você cometeu.

@ Situação vista por um cara comum: “Caramba, como fui burro! Meus amigos riem nas minhas costas. Nunca mais tentarei isso novamente.”

@ Situação vista por um cara que não teme o fracasso: “Hummmm… Vou ver se fiz algo errado. Talvez deva ter analisado mal meu público alvo, ou quem sabe ter usado uma ferramenta de marketing inadequada. E estes que dizem ‘meus amigos’… será que eles torcem por mim de verdade e querem ver meu sucesso? Será que eles teriam a coragem pra fazer o que EU FIZ? Talvez torçam contra para não se sentirem inferiores…”

Qual dos dois será mais bem sucedido na sua opinião? O que você acha?

 

 

A definição de um cara bem sucedido é: aquele que fracassou de todas as maneiras possíveis que se possa imaginar, porque o que ele aprendeu com isso é de valor incalculável.

EU AMO O FRACASSO!!!

Ele é necessário para se tornar um cara bem sucedido. E você? Pensa assim quando algo não sai como você quer na sua Vida?

O sucesso é logo ali, mas tem alguns fracassos antes no caminho.

Grande Abraço Pra Você!

 

 

 

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *